Autismo Leve: Cuidado

Quando engravidamos, desejamos tudo o que há de melhor para os nossos filhos, e isso está atrelado à ideia de um bebê perfeito!

E tudo parece desmoronar quando o filho recebe o diagnóstico de autismo. É mais que natural que os pais vivenciem conflitos emocionais até que seja possível conviver com isso, o que tem início pelo sentimento de luto por aquele bebê que foi inicialmente idealizado.

Saiba que é extremamente importante entender e reconhecer os sinais precocemento do autismo

Segundo Dr Clay Brites – Médico Pediatra e Neurologista Infantil, o diagnóstico precoce e a implantação correta dos tratamentos resultarão em significativa melhoria no desenvolvimento infantil e na qualidade de vida da criança e de seus familiares.

Entendendo o Autismo

Antes de mais nada precisamos entender o conceito do Autismo.

O autista tem um comprometimento da capacidade de comunicação. Desde a percepção ao seu redor, quanto a expressão de seus sentimentos (do que sente e pensa) quanto a interação social. além de desenvolver algumas ações ou manias, como posturas ou atos repetitivos, gerar rituais e interesses particulares.

O espectro autista pode variar entre leve, moderado, grave e severo, de acordo com o quadro clínico apresentado no que se refere à comunicação, socialização e interesses.

Autismo Leve

Nos casos em que é dado o diagnóstico de autismo leve, se observa maior resistência para aceitar o diagnóstico, para medicar e para buscar tratamento especializado.

Veja alguns sintomas característicos em três áreas comuns

Comunicação

O sintoma mais comum é o de não conseguir se expressar corretamente. A fala pode apresentar erros e gerar o uso incorreto das palavras

Socialização

A principal dificuldade é de relacionamento com os amigos, por não conseguir muitas vezes, iniciar e até manter o diálogo e manter o olhar direcionado para os olhos

Comportamento

Característica mais comum é de repetir movimentos e se fixar por um determinado objeto ou alguns deles, por exemplo, o girar da roda de um carrinho.

Aceitação da Família

A maior dificuldade costuma ser na aceitação da família, e não só dos pais, sendo observado também nos avós, tios e primos. E isso pode levar a grandes prejuízos a criança, porque o quanto antes se aceitar , melhor será o apoio necessário ao desenvolvimento e integração do autista.

Fique alerta porque a denominação leve parece levar a isso, como se reduzisse os prejuízos quase que anulando o diagnóstico. Vale destacar que, quanto mais demorar para iniciar o tratamento adequado, com especialistas e com a terapia medicamentosa, quando esta também for a recomendação médica, maiores serão os prejuízos à criança e pior será o seu prognóstico.

Escrevo isso como um alerta que possa levar à reflexão.

Não caia nessa armadilha! Se o seu filho foi diagnosticado com autismo, busque ajuda! Seu filho merece o que há de melhor!

THAIS CAROLINE PEREIRA
Terapeuta Ocupacional

Deixe uma resposta

Rolar para cima
WhatsApp chat